Esta semana vou falar sobre um jogo bem antigo, porém ainda muito divertido e único: Rainbow Six Vegas 2, que é um dos meus jogos favoritos de operações táticas de combate.

 Aproveitando que esta semana, como já comentamos antes, foi lançada a notícia de que o último título da franquia, Rainbow Six: Patriots teve um reboot no seu desenvolvimento, gostaria de indicar este jogo, que na minha opinião é um excelente jogo de operações táticas, e que possui uma mecânica muito diferente.

 A História/ Enredo

 Para quem já conhece a franquia, não tem muita coisa nova, mas para quem não conhece aqui vai um breve resumo do que se trata.
 Rainbow é uma unidade internacional anti terrorista fictícia, criada pelo escritor americano “Tom Clancy”. A série de jogos Rainbow Six é uma adaptação da obra literária de Tom Clancy.
 Assim como o primeiro, a premissa do jogo é bem simples: você faz parte de uma unidade anti-terrorista, e o jogo vai te dando diversas missões para que você faça o que sabe fazer melhor, atirar em terroristas.
 Apesar de não possuir um enredo fantástico, com muitas reviravoltas na trama e etc., o jogo possui momentos muito bons, como invadir um prédio de rapel, impedir o armamento de uma bomba em um teatro, resgatar reféns em um galpão abandonado e etc. De modo geral, a falta de um enredo super bem bolado, é compensado pela variedade de missões e de localidades, e principalmente mudando o jogador de cenários abertos para cômodos de um hotel super estreitos, fazendo com que a sua tática de combate não fique sempre na mesma, retirando o risco do jogo se tornar repetitivo.

Os Gráficos

 Por ser um jogo de 2008, não espere muito dos gráficos, mesmo porque, neste período os jogos de Xbox 360 e de PS3 ainda não utilizavam a capacidade gráfica total dos consoles. é de se esperar gráficos simples, texturas simples, e algumas quedas de frame durante explosões e etc.
 Apesar de hoje em dia, os gráficos do jogo serem considerados fracos, na época de seu lançamento, em vista do primeiro Vegas, Vegas 2 possuía um tratamento gráfico muito melhor, e detalhes de luz e sombra que o primeiro Vegas não possuía.
 Se você for um gamer que se importa muito com gráficos de ponta e etc. talvez você fique um tanto descontente com o jogo, porém vale ressaltar que a proposta aqui é a diversão, e os gráficos podem não ser extraordinários, porém não é nada que vá agredir a sua diversão.

 A Jogabilidade/ Controles  

 Uma das coisas que faz com que Rainbow Six Vegas 2 seja um ótimo jogo de tiro tático, são as formas em que você pode ser criativo em certas situações, e diferente de jogos como Call of Duty, aqui em Vegas 2, o seu time é uma peça chave para o avanço de cada trecho da missão.
 Por ser um jogo tático, o avanço nas fases é de forma progressiva e exigem calma. Em jogos de tiro e ação FPS, a sua habilidade e velocidade no gatilho é imprescindível, já que nestes tipos de jogos, você é um exército de um homem só. Já em Rainbow Six, cada tiro faz a diferença, e ao invés de sair correndo descarregando tiros pra todos os lados, aqui a idéia é ganhar terreno nas fases pouco a pouco, de cobertura em cobertura, um inimigo por vez. 
 Entre as muitas funções em Vegas 2, as que valem ser ressaltadas, são:

  •  A habilidade de encostar em paredes, mudando o ângulo da câmera para terceira pessoa, e dando uma visão mais ampla do que está ao seu redor, e que é muito necessária, pois por ser um jogo de tiro tático, sair correndo e pulando, somente vai garantir que você ganhe uma bala na cabeça.  


  •  Equipamentos como óculos de visão noturna, granadas de fumaça, e micro câmeras flexíveis que podem ser introduzidas debaixo das portas, fazem com que você sinta como se fosse um agente da SWAT.


  •  Acrescentando os equipamentos, a invasão de uma sala fechada é algo totalmente estratégico, permitindo que você use a micro câmera para visualizar o interior da sala antes de entrar, e podendo sincronizar ataques de granadas de luz antes da sua invasão, incapacitando brevemente os inimigos.


  • Comandar a sua equipe, para que eles lhe ofereçam cobertura, ou ordenando que eles façam a invasão por uma janela ou porta alternativa, e até mesmo para que eles distraiam o inimigo, dando a chance de você dar a volta nele.


  •  Customizar as roupas, armas, equipamentos e até mesmo as cores dos seus equipamentos.


  •  Sistema único de XP, no qual você ganha jogando tanto online quanto offline, deste modo, independente se você gosta de partidas online competitivas, ou o modo história offline, das duas formas você vai estar ganhando XP e podendo desbloquear novos equipamentos e armas.

 Todas estas características de customização, tipos de ações e abordagem diferenciada, fazem com que o jogo seja uma experiência única para cada jogador, já que as táticas que podem ser criadas dependem somente do seu estilo de jogo, seja ele mais agressivo, ou mais preciso. 

 A jogabilidade em si é bem sólida, as armas reagem de modo preciso, e a movimentação do personagem flui muito bem, apesar do jogo possuir muitos comando, exigindo quase todos os botões do controle, depois de alguns minutos jogando tudo se torna muito natural.   

 O modo Online/ Multiplayer

Assim como em muitos jogos, existem alguns dois modos online, o competitivo e o cooperativo.
 O modo competitivo é aquilo que a gente já conhece, “team death-match”, no qual dois times são formados, e em uma fase tipo arena cada time tenta aniquilar o outro, na busca de mais pontos, e o time que possuir mais pontos ganha. Ou o modo “free for all”, o clássico ninguém é de ninguém, onde todo mundo é seu inimigo, e é cada um por sí contra todos. Porém não indico estes modos, pois em minha experiência no modo competitivo online, presenciei diversos lags no jogo, além de muitos bugs nas fases, e mesmo com uma conexão muito boa, os lags parecem ser imperativos.
 Já o modo cooperativo é uma das grandes diversões do jogo, podendo jogar o modo história com um amigo online, ou até mesmo dividindo a tela “splitscreen”, fazendo aquela velha jogatina entre amigos no sofá de casa.
 Além do modo história, existe um modo chamado “Terrorist Hunt”, no qual são diversos mapas com um certo número de inimigos, e sozinho ou com um amigo, você precisa eliminar todos, e com um número limitado de respawns, exigindo toda a sua calma e trabalho em equipe.

A Conclusão

 Enfim, Rainbow Six Vegas 2 é um jogo que eu indico firmemente e que merece ser jogado, pois possui um estilo tático único, e o fato de poder combinar as táticas durante o jogo com um amigo, esteja ele online, ou sentado ao seu lado no sofá, fazem este ser um jogo que proporciona muita diversão, e que com certeza vai fazer você se sentir o Capitão Nascimento dos games, ao criar novas estratégias para acabar com os milhares de terroristas.
 Rainbow Six Vegas 2 está disponível para Playstation 3, Xbox 360 e PC, seguem os links para compra abaixo, se você ainda não tem, esta é a hora de comprar este excelente título comprando pelos nossos links, e de quebra dar uma forcinha pra gente também.

Disponível para

Share This