Olá a todos vocês amiguinhos, hoje iremos passear pelo mundo dos vampiro de verdade , não aquela viadisse de crepúsculo, irei falar de “O Livro de Nod” a obra escrita por San Chupp é um suplemento para  os jogadores de Vampiro a mascara.

 Mas calma a obra não é só isso,  ela é considerada a bíblia vampiresca contando a gênese destas fantásticas criaturas da noite.
 Constituído por três escritos fundamentais do Código de Caim: A Crônica de Caim; A Crônica das Sombras e A Crônica dos Segredos, todos precedidos por breves comentários que nos abrem novos horizontes acerca destes escritos.
 Na Crônica de Caim temos o relato minucioso da história de Caim e das primeiras noites vampirescas, a Crônica das Sombras trás os ensinamentos ocultos de Caim, aqueles que, talvez, tenha recebido durante o “Ciclo de Lilith”, e, por fim A Crônica dos Segredos revela os mistérios mais profundos sobre os Amaldiçoados, inclusive a vinda do assustador Gehenna.
 E como a bíblia a autoria desta obra não é mundana, ela foi escrita nada mais nada menos que o primeiro dos vampiros Caim juntamente com seus filhos e seus netos, o título se deve ao fato deste ter sido escrito na terra de Nod, de acordo com a Bíblia, situada a leste do Éden. 
 O livro é um compilado de contos e trechos de lendas escritos a milhares de anos que tem sua autenticidade posta em duvida devido a invenções, e traduções de má qualidade, mas para muitos é a verdade absoluta, porem uma coisa é certo o livro é um ótimo guia para entender a sociedade vampiresca atual.
“[…] No princípio havia só Caim. Caim que [sacrificou] seu irmão por [amor]. Caim que foi expulso. Caim que foi amaldiçoado para sempre com a imortalidade. Caim que foi amaldiçoado com a luxúria por sangue. Este Caim de quem todos nós viemos […]”
 Aqui vai um pequeno resumo do primeiro livro:
 Caim, após ter seus presentes reprovados por Deus, sacrifica seu irmão Abel, aquilo que lhe era mais valioso. Algum tempo depois de ser banido para as longínquas terras de Nod, Caim encontra-se com Lilith, que inicia seu despertar. Então, três (quatro) anjos o visitam, oferencendo três chances de redenção: Miguel, portador da chama sagrada, que após receber a resposta negativa de Caim o amaldiçoa e a seus filhos com o temor e a destruição pelo fogo; Raphael, guia do Sol, amaldiçoa Caim e sua descendência com o temor e destruição pela luz sagrada do Sol, após receber um outro não; Uriel, anjo da Morte, completa a maldição vampírica, condenando Caim e seus filhos a beberem sangue por toda a eternidade, após receber a terceira recusa.
 No entanto, Gabriel, anjo da Misericórdia, surge após Uriel, dizendo que Deus deixou uma trilha eterna de salvação para Caim e sua descendência (a lendária Golconda).
 Depois destes acontecimentos, Caim, guiado por Lillith, desenvolve Disciplinas (os poderes vampíricos), e mais tarde parte para construir seu próprio reino.
 Caim inicia a construção da Primeira Cidade, onde dá origem a outros vampiros, desobedecendo novamente a Deus, o que acaba causando uma guerra eterna entre seus descentes, conhecida como Jyhad. Os filhos diretos de Caim foram Zillah, Irad e Enoque, conhecidos como Segunda Geração; estes deram origem à Terceira Geração de vampiros, os Antediluvianos (assim chamados por terem vivido antes do Dilúvio).
 Saindo um pouco do mundinho dos vampiros ao que interessa: o que eu achei do livro.
O livro é uma obra que apesar de ser um complemento a vampiro a mascara não é só focado para os jogadores, mas também para todos os interessados por esse tipo de contos místicos e obscuros, misturando passagens da bíblia crista com ficção vampiresca, surge a partir dessa miscelânea uma historia crível da origem dos vampiros.
Um livro que não pode faltar na prateleira dos amantes das criaturas da noite.
Por hoje é só gente linda
        
Share This