Começo esse texto falando sobre spoilers. Sendo bem extremista, há quem perca fios de cabelo quando ouve qualquer revelação sobre qualquer filme (eu) e há quem não se importe nada, que diz que o que vale é o ato de assistir ao filme, mesmo já sabendo o final. Porém, o que esse segundo grupo de pessoas deve entender é que algumas obras dependem desse segredo para serem apreciadas. Em alguns filmes, um detalhe bobo que conste na sinopse oficial já pode afetar a forma como você enxerga os personagens, já que você terá um conceito pré-estabelecido sobre determinada situação. E hoje tenho a missão de falar com vocês sobre um desses filmes sobre os quais nada pode ser dito…

A Pele Que Habito - Netflix3Falando beeeeem por cima: A Pele Que Habito nos apresenta Robert Ledgard (Antonio Banderas), um cirurgião plástico renomado que está fazendo secretamente em sua própria casa experimentos sobre a pele em um ser humano, a bela Vera Cruz (Elena Anaya). Por que ele está fazendo esses experimentos? Por que ele a mantém presa em sua casa? Por que Vera aceita ser o objeto das experiências de Robert? Com poucos minutos de filme, essas são as perguntas que ficam martelando em sua mente. E não pode haver indícios sobre nenhuma de suas respostas, para que a sua experiência como espectador não seja afetada.

Porém, algumas coisas você pode saber sobre o filme. A Pele Que Habito é mais uma obra de Pedro Almodóvar. Sendo assim, você pode esperar reflexões sobre amor, sexo, obsessão, medo, dúvidas… Tudo isso amarrado pelas mãos brilhantes de Almodóvar, fazendo de A Pele Que Habito algo inesquecível, com traições, vinganças, crimes…

A Pele Que Habito - Netflix2Mas, acima de tudo, A Pele Que Habito é um filme sobre… pele! Costumamos dizer que algumas pessoas são “mascaradas”, quando queremos indicar algum tipo de falsidade ou hipocrisia delas. Almodóvar nos mostra algo que vai além. Tirar uma máscara é relativamente fácil, tanto que há até a expressão “cair a máscara” para ilustrar a situação de alguém tendo algo revelado. Mas não há expressões referindo-se à retirada da pele, há apenas sobre o seu uso com o intuito de disfarce: “o lobo em pele de cordeiro”. Essa é a frase que define bem sobre o que é o filme. Resta saber quem é o lobo e até onde ele é capaz de chegar.

A Pele Que Habito na Netflix: http://bit.ly/NerdflixPeleQueHabito

Siga-me para dicas de como saber a hora de deixar a porta fechada para um criminoso: Twitter Instagram

Tarcísio Silva
(@tarc1sio)

Share This