[Quadrinhos do Fundão] Os melhores(ou piores) vilões dos quadrinhos Parte 1

[Quadrinhos do Fundão] Os melhores(ou piores) vilões dos quadrinhos Parte 1

Eae Rapeizi, tudo jóia?
Após um longo período de recesso mental, cá estou novamente para listar, quem na minha opinião que não vale merda nenhuma  são os maiores vilões criados nos quadrinhos.
Quero deixar claro que isso não é um ranking e sim uma lista, ou seja não tem um mais fodão que o outro todo mundo nessa preula é mal que nem o Pica-Pau (Piada infame, me julguem). 
Vamos a lista então.
1
     

Doutor Luz.

Um antigo vilão dos Jovens titãs, não passava de bucha, afinal quem nessa vida conseguiria machucar alguém com luz ( Vampiros não contam), mas  aí que você se enganam, o cara consegue voar, ficar invisível, manipular campos e força e expulsar a luz para deixar todo mundo na escuridão durante uma batalha e emitir raios de energia. Mas porquê o cara é bucha?
Simples, ele conseguiu entrar na torre de vigilância da Liga e lá mesmo estuprou Sue Dibny, a esposa do Homem-Elástico, após isso foi lobotomizado pelos heróis se tornando então um vilão meia-boca, como visto na hq Crise de Identidade. Após o Reboot ele voltou bonzinho, mas aí o Superman o matou sem querer (longa história) agora ele voltou, e seus poderes ainda não foram descritos além de gerar energia e teleporte, mas com certeza vai voltar a ser um vilão.

Destino

Ele é um dos principais vilões do mundo Marvel, o cara é homem mais inteligente do universo 616, sim, mais que o próprio Reed Richards, mas como todo vilão sua própria arrogância acaba levando-o ao declínio.
Mas até lá, ele tem seu próprio país , a Latvéria, já conseguiu induzir a loucura da Feiticeira-Escarlate, quase adotou o filho de Reed, Franklin, como seu pupilo e não contente com tudo isso é um dos maiores magos do universo, chegando a rivalizar com o Doutor Estranho o título de Feiticeiro supremo.

         

  Eclipso

Existem vários sermões cristões alertando sobre a ira de Deus, agora imagina essa ira personifica e corrompida, eis que temos Eclipso.
Ele foi o primeiro espírito da vingança e durante seu mandato provocou o grande dilúvio bíblico, após ter sido expulso do céu por seu métodos foi selado em um diamante negro , chamado de Coração das Trevas.
Até que o cientista Gordon Jacobs entrou em contato com a pedra, sendo assim possuído, logo toda a ira retornou.
Seus poderes são ilimitados, vôo , manipulação de tamanho , manipulação do tempo , raios energéticos e imortalidade, qualquer ser que tocar na pedra onde está sua alma, será possuído , isso aconteceu até com o Superman.

Mística
      Raven Darkholme  é o verdadeiro nome da  mulher que é o capeta encroado na terra, se já não bastasse o seu poder de se transformar em qualquer criatura e ótima assassina, ela ajudou  fundar a irmandade dos mutantes, teve um romance com Dentes-de-Sabre e deu a luz a Graydon Creed, que viria a se tornar um dos maiores ativistas anti-mutantes, se envolveu com o demônio Azazel, gerou Noturno e na sequência o abandonou, criou Vampira somente para seus próprios interesses, já tentou matar Xavier e Wolverine diversas vezes, causou a morte de vários políticos, manchando a imagem dos mutantes pelo mundo,  arranhou o coração do pobre homem de gelo, já invadiu a S.H.I.E.L.D e seu passado ainda é um grande mistério. já tentou ser boazinha na X-factor  mas não deu, ela não liga para absolutamente nada a não ser o dinheiro.

5
            

Imperiex

Esse personagem foi criado em meados de 2000 por Jeph Loeb em Superman #153, ele consegui fazer tremer as bases de vilões como Lex Luthor e Brainiac, -Mas como? você se pergunta.
O cara tem o poder do Big Bang nas mãos, e já destruiu sistemas solares inteiros e veio em direção ao nosso sistema solar não para a dominação total, pff…  isso é coisa de vilão babaca , ele veio somente para destruir TUDO porquê percebeu uma “falha” no universo.
 Mongul interveio em favor dos heróis simplesmente porquê somente  combinando os  poderes com Superman poderia derrotar esse inimigo, e nem isso bastou.

Para derrotar Imperiex foi preciso levar a consciência dele para o inicio do universo, onde ele morreria com a explosão do Big Bang, mas até chegar a esse ponto, mais de 8 milhões de pessoas foram pro vinagre. :/

E é isso ae gente fina, fiquem ligados que tem a continuação semana que vem.
falow!!!

Quadrinhos do Fundão – 6 fatos sobre Alan Moore que talvez você não saiba.

Quadrinhos do Fundão – 6 fatos sobre Alan Moore que talvez você não saiba.

Eae galera tudo numa boa?

Essa semana, precisamente no dia 18 de novembro, Alan Moore completou seus lindos 60 anos, e eu não podia deixar passar em claro este fato, vou então citar 6 peculiaridades e fatos públicos que tornam esse cara uma figura única dentro do universo dos quadrinhos.
Eu pensei em indicar alguns quadrinhos roteirizados por ele, mas isso na real é obrigatório pra você que no mínimo se considera fã de quadrinhos, então se você não leu nada dele MORRA, vá já procurar algo porquê é mais que recomendado.
Começando então:

1) Cansado das editoras atuais? Crie a sua.
Alan Moore, ja deixou bem claro para o mundo todo que suas obras não foram feitas para forrar o bolso das grandes indústrias de entretenimento, já recusou várias vezes escrever continuações de suas obras e até mesmo apoiar o projeto “Before Watchmen.”
Mas desde de antes disso, para ter uma liberdade maior de criação e divulgar seu trabalho, Alan criou o selo America Best Comics, que revelou grandes títulos como Promethea, Top10 e Tom Strong.

logo do selo criado por Alan Moore


2) Você nunca vai chegar perto dele
Seria bem legal, em qualquer dia desses você ir num evento de quadrinhos aqui no Brasil e dar de cara com o velho bruxo (sonho meu ok?), mas infelizmente isso é impossível.
Primeiro porque ele não vai a esses tipos de convenções, repudia qualquer coisa ligada as grandes corporações e ele não viaja de avião. Para compensar ele faz algumas vídeo conferências pelo skype.

3)Você nunca vai vêr um Filme com ele nos créditos
O repúdio de Alan Moore é tão grande, que quando suas obras viram filmes, ele faz questão de seu nome não ser vinculado a elas, como no caso de watchmen e V de vingança.
E tudo que é feito posteriormente com suas obras ele pede para não ser creditado, e que o dinheiro vá para os desenhistas das respectivas obras que ele roteirizou.

no detalhe do poster diz Baseado nos personagens criados por Dave Gibbons, lugar onde deveria também ter o nome de Alan Moore.

4) Ele acredita num Deus Serpente que ele sabe que não existe(?)

Em 2011 como mensagem de ano novo ele disse:
Quando o assunto são minhas crenças espirituais, talvez seja por isso que eu venere um deus-cobra de cabeça humana do século 2 chamado Glycon, que foi desmascarado como sendo um boneco de ventríloquo há quase dois mil anos. […]
Deixando o visual de lado, me interessa um deus-cobra puramente como símbolo, na realidade um dos mais antigos símbolos da humanidade, que pode representar sabedoria, cura ou, de acordo com o antropólogo Jeremy Narby, a própria espiral serpenteante de nosso DNA.[…]
Mas também me interessa um deus que é visivelmente um boneco de ventríloquo. Afinal, é assim que usamos a maioria de nossas divindades. Podemos olhar nos muitos livros sagrados e, ao escolher uma passagem ambígua ou determinada interpretação; podemos fazer que nossos deuses justifiquem nossas próprias agendas atuais. Podemos fazer com que eles falem o que nós quisermos que eles falem.

estátua de Glycon 



5) Ópera Rock que não rolou.
Vocês conhecem Damon Albarn, senão pelo nome talvez pelos seus projetos, ele é o líder da banda Blur e criou juntamente com o quadrinista Jamie Hewlett a banda animada Gorilazz.
Pois é, esse mesmos caras tentaram uma parceria com Alan Moore para roteirizar uma ópera rock, baseada na vida de John Dee um astrólogo e alquimista inglês famoso no século XVI.
Mas de acordo com Alan a parceria não foi pra frente, justamente pela falha de Damon e Jamie, que não cumpriram o acordo de participar na revista Dodgem Logic #3, editada pelo roteirista, que ainda aumentou o prazo para eles, como o prórprio Alan deixou claro:
– Eles alegaram que tinham muitos compromissos. E eu decidi que eu também tinha muitos comprimissos. E já que nunca recebi nenhum dinheiro pela ópera e nem assinei nenhum contrato, foi tranquilo dizer “estou largando isso”.

Damon Albarn e Alan Moore.

6) Tchaca Tchaca na Butchaca é com ele mesmo.
Após um tempo longe dos holofotes da mídia especializada, Alan Moore volta com tudo em um projeto com sua esposa Melinda Gebbie, Lost Girls,  nessa Graphic, Alice (de Alice no País das maravilhas), Dorothy ( O mago de Oz) e Wendy (de Peter Pan), todas já adultas, se reúnem para contar e partilhar suas aventuras eróticas, claro que não é somente erotismo puro, há um contexto histórico de fatos importantes, como a Segunda Guerra Mundial e a criação do Balé. 

A capa da Graphic Novel Lost Girls e Alan Moore e Melinda Gebbie  

Bom esse foram alguns fatos na vida desse cara que é um dos maiores escritores/roteristas de quadrinhos, desde a década de 80, se vocês tiverem algo mais peculiar sobre ele posta aí nos comentários, quem sabe nós não fazemos um compilado pra ele no ano que vem?
falow!!!


[Quadrinhos do fundão] 5 Sidekicks manjadores da morte.

[Quadrinhos do fundão] 5 Sidekicks manjadores da morte.

Olá pra todo mundo que é lindo, tudo bem com vocês?

O post de hoje é sobre os indispensáveis (ou não) parceiros mirins dos Super-heróis adultos, personagens criados para a identificação com o publico infantil e também para dar um toque mais humano aos personagens principais dos quais são parceiros, todos eles já encontraram a morte certa, ou foram incapacitados de exercer a função de herói, claro que por motivos editorais todos eles voltam,  porque de alguma maneira eles rendem nas vendas das revistas.

1) Bucky Barnes (Soldado Invernal)
O Primeiro parceiro do Capitão América, se alistou no exército na década de 50 para combater os nazista, o que eu não entendo é como o exército americano deixa uma criança ir pro campo de guerra e como o Capitas deixa ele ser seu parceiro, saindo de um lado pro outro com uma metralhadora na mão.
Como anunciado, isso não tinha como dar certo, e Bucky morre na tentativa de desarmar um avião experimental do Barão Zemo. Anos mais tarde ele volta como o assasino chamado Soldado Invernal, com uma variante do soro do super-soldado, lavagem cerebral e um braço biônico, depois se torna o Capitão América quando Steve Rogers morre na Guerra Civíl, morre denovo no arco O Próprio Medo e volta a vida para novamente ser o Soldado Invernal, agindo em missões secretas para a S.H.I.E.L.D. ( Meu Deus que zona.)

Robin (Jason Todd/Capuz Vermelho)
Dicky Grayson cresceu e se tornou Asa noturna, sendo assim ficou uma lacuna vazia de quem seria o próximo parceiro de Bruce Wayne no combate ao crime, eis que surge um garoto pego em flagrante tentando roubar as rodas do Batmóvel, e temos aí um novo Robin.
Só que ao contrário do anterior, esse aí nunca obedecia o morcegão, era impulsivo e fumava, o típico juvenil Bab Boy, claro que isso não agradou nem um pouco os fãs na época, e foi feita uma votação bem controversa entre os editores e os leitores sobre a morte do garoto, sendo assim ele morreu da forma mais violenta possível, sendo espancado pelo coringa com um pé de cabra e deixado pra morrer num barracão, que logo em seguida explode, pronto morreu. Anos mais tarde,
 Thalia Al Gul, coloca o corpito do garoto num poço de lázaro e ele volta como o Capuz Vermelho, agora combatendo o crime da sua própria maneira, não antes de dar o troco no palhaço, claro.


Batgirl (Barbara Gordon)
Filha do comissário Gordon, a ruiva sempre teve interesse em combater o crime, inspirada pelo Batman ela costura um uniforme e sai metendo porrada na bandidagem, tudo corria bem, ela foi reconhecida pelo Batman como combatente do crime oficial e até ficou de xamego com o Robin, aí em um belo dia o Coringa bate na porta de sua casa, mete um balaço que atravessa sua coluna, deixanda a coitada numa cadeira de rodas, mas mesmo assim ela não parou de combater o crime, agiu por anos como a Hacker Oráculo, mas um belo dia veio o Reboot dos novos 52, e tudo voltou ao normal.


SuperBoy
Carregar um S no peito é uma grande responsa, ainda mais quando você é só um adolescente cheio de dúvidas existenciais na cabeça, Kon-el ou Conner Kent, sempre teve uma vida lascada, descobriu que era um clone de Lex Luthor com Superman, ja perdeu o controle de suas ações e quase matou todos os Titãs, mas o pior foi morrer para ele mesmo, isso aí que vocês leram, na série Crise Infinita, uma versão alternativa chamada Superboy Primordial,  que tenta destruir a realidade como conhecemos, nisso Kon-el se sacrifica, salvando todo mundo, depois disso ele volta em Crise Final, sendo ressucitado pela mesma máquina que trouxe o Superman de volta da morte, mas aí veio o Reboot e mudou tudo, mas pelo oque parece ele vai morrer denovo…


Demônio Vermelho/ Kid Demônio (Ed Bloomberg)
Um garoto de 12 anos, que curte muito o herói Demônio Azul, resolve sair por aí como um capeta em forma de guri, e sei la como ele consegue fazer um pacto com o demônio Neron, para ganhar super poderes de capiroto, ok até aí tudo bem, toda criança faz um pacto com o tinhoso pra virar um super-herói.
Se juntou aos novos Titãs, e acaba perdendo seus poderes para o Irmão Sangue, fica um tempo triste por que só pode ajudar da maneira que pode, até que evita uma explosão que destruiria São Francisco, e morre como um verdadeiro herói. Pelo menos esse não apareceu no Reboot até agora.

Então é isso rapaziada, esses são os parceiros que eu achei mais relevante o fato de terem morrido e voltado, se você conhece algum outro, posta aí nos comentários.
falow!!!

[Quadrinhos do Fundão] Neil Gaiman lança quadrinhos de graça!!!

[Quadrinhos do Fundão] Neil Gaiman lança quadrinhos de graça!!!

Neil Gaiman disponibilizou o Neil Gaiman’s Lost Tales (Contos Perdidos de Neil Gaiman, em português) uma antologia de 100 páginas para download gratuito, via o aplicativo Sequential. São obras raras da década de 80, onde Gaiman produziu ao lado de artistas como Nigel Kitching, Mike Matthews, Steve Gibbons, entre outros.Traz ainda uma entrevista com o autor feita em 1988, anotações sobre a série Sandman, roteiros não finalizados e prosposta de projetos, entre outras coisas.
E tem mais, para cada download do aplicativo e a obra, a empresa doará 50 centavos em dólar para a instituição Malaria No More, que combate combate a doença na áfrica,
O aplicativo esta disponivel para Ios da Apple.

[Quadrinhos do Fundão] Indicação de HQs Européias.

[Quadrinhos do Fundão] Indicação de HQs Européias.

Eaí gente linda de meu Deus, tudo bem?

Hoje o post é um pouco similar ao primeiro que eu fiz anteriormente com indicações, mas hoje é mais específico, serão somente quadrinhos Europeus.

Qual a diferença? Além de ser feito na Europa (dur…), a qualidade de certa forma chega a ser superior as HQs que estamos acostumados a ler, lá eles também possuem grandes editoras, mas o diferencial é que os autores tem total controle sobre suas criações que incluem roteiro, arte e participação de lucros, os editores não precisam enfiar o dedo em nada da história (como acontece na DC/Marvel), sendo assim temos grandes histórias com mais tempo de produção, as coisas saem bem feitas quando não temos aquela pressão capitalista de vender exacerbadamente para os consumidores furiosos.
Então vamos as indicações:
1. Siegfried
A história reconta a lenda de Siegfried, um homem gerado do amor de uma humana com um Deus, criado na floresta por uma entidade arrogante e por lobos, ele busca saber suas reais origens e viver entre os humanos, porém os deuses estão temeroso pelo ataque do dragão Fafnir, e depositam todas as suas esperanças em Siegfried, que conta com a ajuda de Valkiria, que se recusa a enteder como um reles humano pode fazer o que nenhum outro Deus pode.
HQ muito bem escrita e desenhada por Alex Alice
   
2. As águias de Roma
Conta a história dos jovens Arminius e Marcus, criados juntos após a tribo bárbara de Arminius ser sobrepujada pelo império Romano, e seu pai oferece-lo para os romanos. O dois jovens almejam grandes posições no exército romano, porém eles tem que lidar com os causos de seu treinamento duro e as desventuras do amor, juntamente com o fato de que talvez Arminius não tenha sido entregue apenas para servir ao império.
Escrito por Enrico Marini
3. Predadores
O mito clássico do vampiro é recontado aqui, poder, luxúria e beleza todos misturados num único ser. A  história sobre dois irmãos vampiros e dois investigadores paralelamente, que buscam saber por trás dos assassinatos que estão ocorrendo nos grandes círculos sociais da sociedade. Conspiração e organizações secretas, com um toque de leve erotismo compõe esta HQ.
Escrito por Jean Dufaux com a arte de Enrico Marini.
4. Escuridão
Em um mundo medieval, a população humana vivia em paz, e tudo corria bem no reinado, até o surgimento de grandes seres alados, cuspidores de fogo, aparentemente invencíveis: Dragões.
O mundo então vive no medo constante dos ataques dessas criaturas, mas surge uma profecia que diz que um salvador, surgirá.
A história conta o levante do reino em sua tentativa de combater os dragões e o jovem Ioen em busca da verdade de suas origens. 
Escrito por Cristophe Bec e arte de Iko
Essas e outras HQs vocês conseguem encontrar em Comic shops e algumas bancas especializadas. Alguns grupos de traduções fazem um esquema bacana de juntar doações e comprar as HQs para então traduzir e sortear a edição comprada, é uma forma de você contribuir para os autores e ainda sim ter uma scan no seu pc, mas aconselho sempre a ter um exemplar para você em mãos.
E por hoje é só pessoal!!!
falou!!!
[Quadrinhos do fundão] Shingeki no Kyojin. Aguenta coração!!!

[Quadrinhos do fundão] Shingeki no Kyojin. Aguenta coração!!!

Eae manolagem tudo numa boa?
O post de hoje é sobre um mangá que estou lendo recentemente, mas que ja devorei os 49 capítulos em um dia. Shingeki no Kyojin, um mangá que ja virou sucesso aqui e no Japão, e que tem tudo pra virar o próximo grande “Boom” do gênero Shonen, o mesmo estilo de escrita e narrativa de Naruto, Bleach, etc.

Criado por Hajime Isayama, e lançado em 17 de março de 2010, atualmente tem 10 volumes ja públicados, já gerou anime, cd com trilha sonora, games e há planos para um filme. Mas aí você me pergunta: Pôxa, mas se é que nem Naruto e cia, qual o lance diferente desse mangá?

O mangá conta que, a raça humana quase foi extinta por criaturas denominadas Titãs, que devoraram seres humanos sem nenhum motivo aparente, sendo assim foram criados 3 muros gigantes para que circulam o reino para isolar e proteger a população sobrevivente, muros tão altos que os gigantes não conseguiam passar e nem destruir e assim a humanidade viveu em paz durante 100 anos, a história começa de fato após período.

Os protagonistas Eren Jaeger, Mikasa Ackerman e Almim Arlelt, moradores de uma das periferias do reino, vivem se indagando sobre o conformismo desse período de paz e  quando os humanos voltariam para fora dos muros, sem se preocupar com a ameaça dos titãs.
Até que um titã colossal aparece e faz um buraco no primeiro muro, dando passagem suficiente para os titãs menores entrarem, a população foge e Eren vê sua mãe sendo devorada por um titã, porém nada pode fazer. Passado um certo tempo, os protagonistas entram para exército, jurando acabar com a tirania dos titãs.

Até aí tudo bem, um roteiro bacaninha e consistente, o diferencial é que de maneira nenhuma você pode se apegar a algum personagem, você que é fã de Game of Thrones vai entender do que eu estou falando.

Todos os personagens são ótimamente trabalhados, e a narrativa é tão direta  que não te dá tempo de respirar, direto e reto, quando você acha que os mistérios foram solucionados, logo vem outro.
Qual a motivação dos titãs? De onde vieram? Porque só comem pessoas e não animais? Como foram construídos os muros? Esses são alguns dos segredos que permeiam a série.

A ambientação da história também é bem interessante, dando detalhes dos três muros, as divisões das forças de defesa e como foi feita uma segregação social por conta disto, e o sentimento de não poder confiar em ninguém que está ao seu lado. É como se a humanidade tivesse voltado a época medieval, e o mundo do lado de fora dos muros é descrito apenas em livros, como mares de fogo e horizontes cobertos por água.
Fica clara a crítica contra corrupção e conformismo social neste mangá, diversos personagens ao longo da história, só querem o que é melhor para suas famílias e para a população local.

O mangá ainda está saindo, e correm rumores que terá publicação aqui no Brasil, a primeira temporada do animê ja acabou, mas eu aconselho o mangá, não tem aquelas enrolações típicas por episódio e apesar dos desenhos não serem tão bons, o roteiro e a narrativa são impecáveis.

e se você manja um pouco de japonês confira os sites abaixo:

http://shingeki.net/ (site oficial do mangá)
http://shingeki.tv/   (site oficial do animê)

Então é isso cambada, até a próxima e não esqueçam de comentar e mostrar para todos seus amiguinhos.
falou!